Apresentação


O presente blogue, pretende trazer ao conhecimento dos leitores, a epopeia do ciclismo lusitano desde os primórdios da competição velocipédica.
A colocação dos artigos, não segue uma ordem cronológica ou temática.
Não será publicado mais do que um artigo por dia.
A Redacção
NOTA: O blogue não adopta as normas do designado Acordo Ortográfico.

domingo, 10 de janeiro de 2016

José Maria Dionísio

José Maria Dionísio
José Maria Dionísio, nasceu em Carregal do Sal, no dia 18 de Dezembro de 1875. Filho de um industrial de padaria, tinha 13 irmãos, 2 rapazes e 11 raparigas. Era rude, orgulhoso e bem musculado, de uma força hercúlea. Aos 18 anos começa a competir em provas velocipédicas e alcançando vitórias atrás de vitórias, ganha fama a partir de 1899, com 24 anos de idade. Torna-se o grande rival de José Bento Pessoa. Em 1901, mobilizam ambos num duelo de pista, cerca de 25.000 espectadores, um colosso para a época. Em Março de 1901, vence o "match" com José Bento Pessoa nos 100 Km das Caldas da Rainha - Lisboa, em 2H e 57m e com 2 horas de avanço sobre ele, pese embora aquele alegasse ter furado a câmara de ar, apresentando mesmo testemunhas. Muda residência para Viseu. É Campeão Nacional em 1902, 1903 e 1904, anos em que Bento Pessoa faz um interregno na sua carreira. Retira-se da competição depois de 1905, após alguns desaires em provas com ciclistas italianos, franceses e alemães. Casa em 1908 e tem 3 filhos. Foi dos primeiros habitantes de Viseu a tripular um automóvel. Possuía uma padaria em Massorim, à imagem de seu pai. Põe tragicamente e de uma forma tétrica termo à vida, em 20 de Abril de 1943, com 68 anos de idade.


Fonte: "José Bento Pessoa - Biografia", de Romeu Correia
Foto: Revista "Tiro e Sport" nº 290, de 15 de Setembro  de 1904

Sem comentários:

Enviar um comentário